Automação Residencial Arduino: Ideias para Deixar sua Casa Igual a do Homem de Ferro!

Já pensou em ter uma casa tecnológica? Uma que possa oferecer todas as possibilidades de automação residencial que o mercado oferece? Pois bem, a menos que você seja o...

Já pensou em ter uma casa tecnológica? Uma que possa oferecer todas as possibilidades de automação residencial que o mercado oferece? Pois bem, a menos que você seja o Homem de Ferro e conte com a ajuda do J.A.R.V.I.S (computador do Homem de Ferro) isso não será totalmente possível no momento, mas com a ajuda do nosso pequeno e esperto super herói A.R.D.U.I.N.O você vai poder reproduzir muitas coisas em sua casa que só vê em filmes.

Nesse artigo vamos apresentar 5 ideias de projetos com Arduino que você pode empregar nas dependências de sua casa, permitindo que o mundo da automação residencial invada todos cômodos, controlando e monitorando sua segurança e suas tarefas do dia-a-dia (não conseguimos lembrar de fazer tudo, né!).

Para quem ainda tem duvidas sobre o Arduino, convidamos a fazer a leitura do artigo “O que é Arduino? De onde vem? Do que se alimenta?”. Lá você fica conhecendo muitos detalhes interessantes sobre esse pequeno e magnífico microcontrolador, o qual é responsável pelas diferentes possibilidades dos projetos apresentados a seguir.

 

Antes de entrar nas ideias de projetos, lembramos que são apenas sugestões do que pode ser feito no ambiente doméstico, não apresentando, nesse momento, projetos específicos de cada ideia, o que será feito mais tarde, aqui mesmo no Blog Usinainfo.

Se você tem seu Arduino ai está na hora de tirar ele da prateleira e dar aquela retirada na poeira pra colocá-lo trabalhar (somos todos culpados disso de vez em quando, não acham?). Vamos acrescentar alguns módulos, sensores, um pouco do nosso tempo e conseguir feitos extraordinários.

Prontos!? Apertem os cintos e vamos lá!

 

1- Controle total na ponta dos dedos.

Um dos projetos mais cobiçados pelos amantes da tecnologia é a automação residencial com Arduino, onde você pode, por meio de aplicativos, comandar a casa como um todo, permitindo abrir e fechar cortinas e janelas motorizadas, ligar e desligar televisores em horários pré-definidos, comandar ventiladores e tudo mais que você pensar, isso diretamente em seu telefone, tablet ou computador.

Grandes coisas em automação podem serem feitas adicionando ao Arduino um Ethernet Shield, permitindo a você transformar o pequeno microcontrolador em um dispositivo conectado à Internet, capaz de mudar o estado de luzes, TVs, máquinas de café – praticamente qualquer coisa que você pode pensar – ligado e desligado, utilizando uma interface baseada em browser ou um temporizador.

 

Já pensou, por exemplo, em acordar de manhã e o café já estar pronto, sua TV ligada e sintonizada no seu canal favorito, pois bem, no mundo Arduino tudo possível, é apenas uma questão de ter os acessórios necessários e fazer a programação correta.
Não há muito segredo nos itens necessários para isso, vai precisar basicamente de 1 Arduino, 1 Ethernet Shield ou 1 Módulo Wifi, 1 Módulo Relé, leds e jumpers. Também é possível dar esses comandos diretamente do smartphone por meio de Bluetooth, se quiser conferir com detalhes esse último projeto, da uma olhadinha no artigo “Controle tudo com apenas um click. Sua casa nunca mais será a mesma!” e comece a desenvolver seu sistema agora mesmo.

 

2 – Destrancando a porta sem utilizar chaves.

Que tal substituir a velha chave por uma tag RFID para acessar sua residência? Com um Arduino e um Kit RFID você e seus familiares podem abrir portas de maneira rápida, simples e muito segura, onde bastará passar o cartão na frente do leitor RFID para liberar a tranca ou fechadura eletrônica da porta.

A tecnologia RFID utiliza ondas de rádio para comunicação e transferência de dados, onde uma tag com numeração única (código) é embutida em cartão ou um chaveiro, por exemplo, e ao passar o objeto codificado na frente do leitor, ele receberá a informação do proprietário do cartão, onde se estiver permitindo, liberará a trava da porta dando acesso ao ambiente.

O cadastro dos cartões ou tags que serão previamente autorizados a ter passagem são configurados e salvos diretamente no Arduino, o qual é responsável pela comparação das informações, bem como gerenciamento do procedimento de leitura e comando para abertura da porta através do acionamento de um relé, o que consequentemente liberará a fechadura elétrica.

 

Claro que não basta conectar o Arduino e o Leitor RFID para que você consiga efetuar esse projeto, é preciso que a porta conte previamente com algum tipo de fechadura elétrica, a qual será interligada ao conjunto de programação, executando os comandos recebidos.

Para execução você vai precisar de 1 Arduino, 1 Kit RFID RC522 (o qual inclui o Leitor RFID e duas tags, sendo uma em formato de chaveiro e outra no formato de cartão), 1 módulo relé, 1 Display 16×2, 1 fechadura ou trava elétrica e jumpers.

Esse tipo de automação residencial não se limita a utilização em portas, podendo ser aplicada em portões, gavetas, armários e tudo mais que você possa imaginar, basta usar a criatividade e colocar em prática.

 

3 – Alarme de Segurança Inteligente com Arduino.

Para quem busca uma proteção a mais e não está querendo arcar com os altos custos de compra e pagamentos de mensalidades de sistemas de alarmes modernos e sofisticados, o pequeno Arduino pode ser uma excelente opção, entregando ótimos resultados e um custo relativamente baixo.

A tecnologia tem beneficiado muitos proprietários preocupados com a segurança de sua propriedade, com um número crescente de sistemas de segurança baseados em PCs os valores tem ficado cada vez mais expressivos e chegam a doer no bolso de quem não está tão preparado assim para cobrir esse gasto extra.

O Arduino pode ajudar a automatizar a segurança doméstica, proporcionando uma solução compacta (reunindo tudo em único equipamento) para controlar sensores de movimento PIR, sensores magnéticos, sirenes, câmeras, trancas elétricas, luzes sinalizadoras e muito mais, e isso com ativação e desativação controlada por códigos seguros manuseados diretamente em teclados numéricos.

O tipo de residência, a quantidade de cômodos e o perfil de segurança que você busca é que vai definir quais sensores e módulos utilizar, onde poderá empregar sensor de movimento PIR para detectar movimentos baseados na variação da luz infravermelha emitida pela radiação do corpo humano, disparando uma sirene em caso afirmativo, por exemplo.

Se for utilizar uma grande quantidade de sensores pode ser necessário utilizar um Arduino Mega, o qual possui muito mais portas para conexão que o Arduino Uno, o que pode vir a proporcionar maiores possibilidades, destacando que em ambos os casos o funcionamento se dará do mesmo modo.

 

4 – Estufa Autônoma.

Agora acabou a desculpa: “Puts, Esqueci”. Quem tem um jardim ou uma estufa sabe que deve regar regularmente. Talvez você adore flores ou tenha na estufa saladas e legumes que está ansioso para comer, no entanto, regar pode ser um desafio, principalmente se você estiver viajando ou tiver de sair à noite (isso porque deve-se evitar regar durante o dia, pois a água em conjunto com o sol escaldante pode queimar as folhas).

Então, e agora? Não devo plantar mais nada? Calma, a solução é a automação com o Arduino, onde mais uma vez ele salva o dia, permitindo que o seu jardim consiga manter-se suprido de água sozinho, com o auxilio de sensores especialmente desenvolvidos para essa finalidade.

Usando sensores especializados de umidade e temperatura do solo, o Arduino pode detectar quando as plantas precisam ser regadas e acionar uma válvula solenóide ou bomba de água, por exemplo, vindo a suprir a necessidade das plantas alojadas naquele determinado local, isso porque será capaz de definir quando a terra está seca e quando está molhada (Em tempo real!), apresentado resultados melhores do que aqueles em que uma pessoa gerencia.

E do que vou precisar? Alguns itens similares já utilizados até aqui e alguns especiais, sendo necessário 1 Arduino, 1 bomba de água ou válvula solenóide, 1 modulo relé, 1 Sensor de Umidade Do Solo e Jumpers, além, é claro, daquela programação especifica para o tipo de local que deseja automatizar, permitindo que se mantenha sozinho. Pronto, a partir de agora esse compromisso de regar diariamente não é mais seu.

 

5 – Alimentador de Pets Inteligente.

Os Pets são nossos parceiros na casa, sejam gatos ou cachorros, precisam de muitos cuidados em especial, principalmente uma alimentação balanceada e nutritiva na medida e na hora certa. Mas, como controlar essa medida se você trabalha e fica fora de casa o dia todo?

Excesso de alimento não faz bem ao animal, a medida deve ser certa e regrada com intervalos definidos entre as refeições, ou seja, deixar a tigela transbordando de ração de manhã e esquecer-se durante o resto do dia não é uma boa solução.

Nada melhor que a automação residencial com Arduino para solucionar esse impasse e proporcional um hábito saudável que vai influenciar na saúde do seu pet. Proporcionando alimentação na quantia ideal e nos horários corretos.

Gostei, mas como funciona? Com um alimentador autônomo conectado à Internet você poderá enviar comandos para o Arduino alimentar o seu cão ou gato no momento correto ou em horários programados se estiver utilizando um RTC (Módulo Relógio de Tempo Real) conectado ao sistema microcontrolador.

Eficiente e simples, o alimentador fica fixo em um local já abastecido com ração, onde um tipo de pá presa em um motor é responsável por dosar a quantia de alimento, motor esse que é acionado pelo Arduino conforme programação prévia, de forma a servir mais ou menos, possuindo ainda um sistema de buzzer para avisar o pet que é hora de comer.

Eletronicamente será necessário para essa automação 1 Arduino, 1 Módulo Relé, 1 Ethernet Shield (se desejar conectar a internet) ou 1 RTC (se desejar trabalhar com horários pré-programados), 1 Motor, 1 Driver de motor, 1 Buzzer e jumpers. Como aqui tudo é possível, pode-se substituir qualquer componente por outro, sendo meras sugestões que podem ou não ser seguidas, vai depender da vontade e possibilidades de quem fará a instalação e programação.

Essas 5 ideias de projetos são apenas algumas possibilidades de iniciar a automação residencial com Arduino em sua casa, podendo ser amplamente estendidas em razão da grande quantidade de sensores e módulos eletrônicos existentes atualmente, os quais você pode encontrar diretamente na loja online da Usinainfo.

E ai, qual delas você vai por em prática? Hora de tirar o Arduino da folga e colocá-lo trabalhar. Mais do que nunca a revolução eletrônica está cada vez mais próxima, quem sabe um dia poderemos chegar a ter uma casa totalmente automatizada, tão inteligente quanto a do Homem de Ferro. Enquanto esse dia não chega, vamos dar o pontapé inicial, porque essa década será das máquinas!

Até a próxima!

Categorias
Automação ResidencialNovidades
Um Comentário
  • Elisa
    27 maio 2017 at 20:01
    Enviar Resposta

    I could not rᥱsist commenting. Perfectly ᴡritten!

  • Enviar Resposta

    *

    *

    Responda o cálculo abaixo: *

    Sobre nós

    Hoje a Usinainfo é um dos maiores ecommerces de Ferramentas, Peças para Eletrônica, Componentes Eletrônicos, Sensores e Arduino do Brasil, contando com uma grande diversidade de produtos na linha de eletrônica.

    Sugestões

    Artigos Relacionados